Make your own free website on Tripod.com
| Home | História | Miss Brasil 2004 | Miss Brasil 2003 | Miss Brasil 2002 | Links
Miss Espírito Santo I

Misses do Brasil

Olá amigos do Misses do Brasil!

 É um prazer estar aqui num contato importante com vocês, pessoas especiais e que tornam realidade esse mundo fantástico das misses.

Estou em plena preparação rumo ao título de Miss Brasil. E espero que essa entrevista consiga mostrar um pouquinho do meu dia-a-dia, da minha vida familiar, das minhas perspectivas para o futuro e minha personalidade. E que todas essas informações sejam confirmadas num contato direto durante a programação oficial do Miss Brasil 2004.

Aguardo vocês!!!

 

                  Angélica Corona, Miss Espírito Santo 2004

angélica2a.jpg

1 Comente um pouco sobre o seu cotidiano (trabalho, estudos, vida familiar, amigos, diversão, etc.).

 

Meu cotidiano gira em torno dos estudos. Curso Design de Moda na Faculdade Novo Milênio, em Vila Velha. A especialização em moda requer muita dedicação e aplicação nos estudos. Ainda não estou no mercado de trabalho, o que planejo para os próximos anos. Estudo na capital Vitória e minha família reside no interior, em Linhares. A saudade é grande mas sempre que posso estou lá visitando meus pais e meu irmão Douglas, que tem 25 anos. Sempre que estou em Linhares continuo desenvolvendo projetos em benefício às crianças portadores de Síndrome de Down da Sociedade Pestalozzi local onde minha mãe é uma das atuantes. Como toda jovem, gosto de diversão (sempre com moderação) e de estar com os amigos. Aliás, as amizades verdadeiras são fundamentais na vida do ser humano.

 

2 Quais os aspectos (positivos ou negativos) mais característicos de sua personalidade?

 

Sou determinada e muito sincera. Busco sempre alcançar meus objetivos mostrando que sou capaz por atingi-los. Ser sincera nos dias de hoje se torna cada vez mais raro. A sinceridade às vezes magoa. Talvez seja esse o ponto negativo de uma das características da minha personalidade. Nem sempre as pessoas estão preparadas para ouvir a verdade.

 

3 Quais são seus planos para o futuro? O fato de ser miss pode influenciar no seu futuro de alguma forma? Justifique sua resposta.

 

Pois é. Complicado falar de futuro nessa fase tão especial em minha vida. Nesse momento almejo o título de Miss Brasil. Se for concretizado, estarei apta a adiar os planos de uma especialização em Moda no exterior para dedicar-me a cumprir as funções e compromissos que toda Miss Brasil tem que exercer. Mas nada que impeça de poder estar fazendo contatos e descobrindo a moda dentro do universo das misses. Aliás, caso seja eleita Miss Brasil uma das minhas promessas é acabar de uma vez por todas com o estigma de que toda brasileira que viaja para os concursos no exterior carrega de estar mal vestida e mal assessorada no quesito moda e elegância. Nesse caso você percebe que minha profissão anda lado a lado com o título e isso é muito bom.

 

4 Considerando sua experiência até o momento, qual a melhor e a pior coisa de ser miss?

 

Ainda bem que até o momento só posso falar das coisas boas. Conheci pessoas maravilhosas e sempre muito confiantes na minha participação no Miss Brasil. As amizades conquistadas, o bom dia daquela senhora que te viu no jornal, a curiosidade daqueles que vêem em você uma pessoa especial. São momentos únicos e que cativam. A inveja e os comentários maldosos que talvez fossem as piores coisas eu tiro de letra. Minha fé em Deus e minha base familiar me fazem mais fortes que esses sentimentos.

 

angélica3.jpg

5 Quais devem ser as funções mais importantes de uma miss estadual ou uma Miss Brasil nos dias de hoje?

 

Eleita Miss Brasil vou continuar estando lado a lado com as questões sociais. E isso faz parte de meu cotidiano. Sempre que posso estou em Linhares visitando e cuidando das crianças especiais do meu município junto com minha mãe. Essa característica de ajudar ao próximo vem de berço. Meus pais sempre me mostraram como isso é importante para a formação da auto-estima de uma criança. Aqui em Vitória também participo de visitas comunitárias aos hospitais que cuidam de crianças com câncer e Aids. E sempre que for convidada estarei lá levando amor, carinho e atenção aos mais necessitados.

 

6 Que circunstâncias justificariam uma miss renunciar ao título?

 

Quando você entra para disputar o título de Miss Brasil deve estar preparada para cumprir com suas obrigações como tal. Mas às vezes o destino nos prega peças que não podemos prever. Acredito que ninguém renunciaria ao título por questões meramente justificáveis ao povo brasileiro.

 

7 Qual sua opinião sobre a cirurgia plástica em candidatas a Miss? Já fez alguma alguma? Em caso positivo, poderia mencionar? Se não realizou, gostaria de fazer? Por quê?

 

Ainda não precisei recorrer ao bisturi. Mas hoje em dia o culto ao corpo perfeito é uma realidade. Sou a favor da cirurgia plástica sem os exageros que às vezes acompanhamos nos veículos de comunicação. Isso varia de pessoa para pessoa. Se a cirurgia plástica for lhe trazer benefícios, não vejo porque não fazer. Eu não vou dizer que nunca faria. Estaria sendo hipócrita.

 

8 No Brasil, os concursos de miss não contam atualmente com a mesma popularidade dos anos 50 e 60. Muitas jovens sonham em ser modelo. Há grandes diferenças entre ser modelo e miss?

 

A única diferença como disse minha amiga amazonense, Priscila Meirelles, é a questão financeira. Como modelo as chances de ganhar dinheiro são quase que imediatas. Ser miss é algo mágico, glamouroso e fantástico. Quem é eleita miss ou tem a chance de carregar a faixa de seu estado faz porque ama sua terra, valoriza suas raízes, tem orgulho de mostrar a cultura do seu estado aos demais estados da federação. Isso que encanta.

Próxima página

Visitors: