Make your own free website on Tripod.com
| Home | História | Miss Brasil 2004 | Miss Brasil 2003 | Miss Brasil 2002 | Links
Miss Paraíba 2004 III

Misses do Brasil

Isabela Marinho: "Não só a mulher brasileira, mas todas as mulheres são verdadeiras guerreiras, pois além de administrar uma casa e educar seus filhos, ainda têm tempo para trabalhar."

pbb02.jpg

1.  Comente um pouco sobre o seu cotidiano (trabalho, estudos, vida familiar, amigos, diversão, etc)

 

 Atualmente faço o 4º período de Direito, pela manhã. Participo de alguns trabalhos como modelo, mas sempre priorizo meus estudos, pois minha meta é formar-me, para um dia ser Promotora de Justiça. Minha família é meu  alicerce, onde obtenho exemplos de coerência, respeito, amor e incentivo, e por isso busco passar  com ela grande parte do meu tempo. Sou muito caseira e evito badalações. Adoro ficar em casa,  lendo, conversando em família, mas também adoro cinema e música. Outros programas de que gosto muito são ir à praia (já que temos praias belíssimas na Paraíba) e ao teatro.

  

2. Quais os aspectos (positivos ou negativos) mais característicos da sua personalidade?

 

Acho que a personalidade de cada um só tem aspectos positivos, pois a autenticidade é algo muito valioso hoje em dia, e que poucas pessoas tem. Mas um aspecto que eu poderia melhorar é a teimosia. Já o que mais admiro em mim é a generosidade. Sou uma pessoa muito solidária.

 

3. Quais são os seus planos para o futuro? O fato ser miss pode influenciar no seu futuro de alguma forma? Justifique sua resposta.

 

 Pretendo concluir meu curso, pois acho que a educação é algo que se deve levar muito a sério, por ser a base de toda uma vida. Não só a vida profissional, mas social também. Ser miss com certeza influenciará muito o  futuro, pois é um título importante que fará com que eu seja  reconhecida e lembrada na história do meu Estado, abrindo portas para que eu também possa enveredar-me  e firmar-me como pessoa pública, podendo atuar em outras áreas como,  inclusive,  os meios de comunicação, ou até mesmo fortalecer minha carreira de modelo.

 

4. Considerando sua experiência até o momento, qual a melhor e a pior coisa de ser miss?

 

O pior de ser miss é que carrego a responsabilidade de levar o nome um Estado, tão estigmatizado e sofrido como o meu. É um grande desafio, onde estarei sendo meticulosamente avaliada. Em contrapartida, vou mostrar o que a Paraíba tem de melhor, não só em belezas naturais, como culturais também.  Já o melhor de ser miss é o reconhecimento do nosso povo,  a oportunidade participar de um grande evento onde entrarei em contato com tradições diferentes das minhas, o que é um bom aprendizado,  e a chance de engrandecer  a Paraíba diante de outros Estados e principalmente do Brasil .

 

5. Quais devem ser as funções mais importantes de uma miss estadual ou uma Miss Brasil nos dias de hoje?

 

A principal preocupação deve ser a social, porque se a miss representa um Estado ou um país, deve estar ligada e preocupada diretamente com seus problemas. Deve inclusive passar uma imagem positiva de seu lugar de origem, pois é o espelho dele. Quer dizer, quanto mais bela, informada, culta e comunicativa for uma miss, é essa imagem que ela vai passar de seu Estado, ou mesmo de seu país. Esses requisitos aliados à disciplina, sensatez  e  amor à faixa fazem de qualquer miss, bela ou não, uma ótima representante.

 

 

6. Que circunstâncias justificariam uma miss renunciar ao título?

 

 Creio que no caso de se sentir incapacitada de cumprir com suas obrigações. Quando a miss vê que não está fazendo um bom trabalho, deve renunciar, pois ela está em um patamar almejado por muitas, e deve dar oportunidade a outra pessoa que realmente se empenhe nestas atividades.

pbb01.jpg

7. Qual a sua opinião sobre a cirurgia plástica em candidatas a miss ?Já fez alguma?Em caso positivo, poderia mencionar? Se não realizou, gostaria de fazer? Por que?

 

Acho que cada mulher deve mostrar-se de forma natural, sem usar de artifícios. A beleza natural , na minha opinião, é mais interessante. Sou a favor da cirurgia plástica caso melhore a auto-estima de quem a faz. Cada um deve fazer de tudo  para viver bem consigo e com seu corpo mas sem cometer exageros. Nunca fui submetida a nenhuma cirurgia plástica e sinto-me feliz como sou. Não descarto a possibilidade, mas sinto-me satisfeita no momento.

 

 

8. No Brasil, os concursos de miss não contam atualmente com a mesma popularidade dos anos 50 e 60. Muitas jovens sonham em ser modelo. Há grandes diferenças entre ser modelo e miss?

 

  Há muitas! Uma modelo representa uma marca, ou loja. Apenas apresenta uma peça de roupa, e pronto. Não precisa ser desenvolta, nem comunicativa, e muito menos tem o poder de representar um povo. Claro que cada  uma, a miss e a modelo, tem seu valor, mas acho que ser miss é um desafio bem maior, pois o que está sendo observado não é só a sua aparência, mas sim todas as suas qualidades e defeitos, sendo para isso preciso um grande preparo emocional.

 

9. Acredita que os concursos de beleza possam voltar a despertar o interesse do passado? Justifique sua resposta.

 

Sim, com certeza, aliás, isto já está acontecendo. Basta que o trabalho que vêm sendo feito continue com a mesma seriedade, pois assim  a sociedade  cada vez mais dará credibilidade aos concursos.  O interesse em concursos de beleza não acabou, o que atrapalhava era a pouca visibilidade dos últimos anos no Brasil. Mas com muito orgulho os vejo renascer, e com um brilhante futuro.

 

 

10.Vivemos num país repleto de contrastes físicos, sociais, econômicos. Como você vê a situação do Brasil hoje e no futuro?

 

 Realmente nosso país é desestruturado sócio e economicamente, mas acredito que em um futuro bem próximo essas desigualdades tendem a diminuir, pois se houver ética e honestidade ,investimento na educação, na qualidade de vida, e uma melhor distribuição de renda, poderemos viver em uma sociedade mais harmônica. Tenho muita fé e esperança  de ver um país tão rico como o nosso  não ficar estagnado, e progredir através de governantes sérios.

 

11. Sem deixar de considerar a importância da busca pela paz, qual o aspecto que você considera mais preocupante atualmente no plano internacional?

 

A desigualdade social entre os países. Há uma grande discrepância entre os povos, há pessoas com dinheiro de sobra, com um imenso patrimônio, e há pessoas morrendo de fome. Este não é um problema novo, vem se desenvolvendo e aumentando através dos anos, sem que nada se faça para reverter este quadro. É preciso que todos se unam para a formação de um mundo mais justo, onde pelo menos as necessidades básicas do ser humano estejam garantidas, como comida, moradia, e educação. Só com a integração e a real vontade dos governos de todo o mundo, essas diferenças diminuiriam, e com elas, conflitos de várias espécies.

 

 

12. A condição da mulher mudou muito nas últimas décadas. Como você vê a mulher no Brasil hoje?

 

Vejo uma mulher forte, decidida e capaz de conseguir uma vida digna através de seus próprios esforços. Não só a mulher brasileira, mas todas as mulheres são verdadeiras guerreiras, pois além de administrar uma casa e educar seus filhos, ainda tem tempo para trabalhar. Dentre as grandes conquistas das mulheres no Brasil, ressalto o direito de voto, pois com ele, somos capazes de opinar, e quem sabe mudar, o futuro do nosso país.

 

13. Cite uma mulher - conhecida no cenário nacional ou internacional - que você admire. Por que?

 

A princesa Diana, por ser uma mulher de garra, que usou sua popularidade e credibilidade em causas nobres. Porque apesar de ser um modelo de beleza e classe, levou mais a sério as causas sociais, e com isso alertou a todos que mesmo uma princesa, uma mulher impecável, deve se preocupar com os problemas mundiais em primeiro lugar, fazendo sua parte nesse aspecto, como qualquer pessoa comum também deveria fazer.

 

14. Como você está se preparando para o Miss Brasil?

 

 Procurando cuidar do corpo e da mente. Estou tendo aulas de etiqueta, fazendo tratamento estético e estudando mais sobre a cultura paraibana. Estou buscando a seriedade e serenidade para representar meu Estado da melhor maneira possível. Quero mostrar a verdadeira mulher paraibana, culta, inteligente, forte e guerreira, como diz a canção: "Paraíba masculina, mulher macho, sim senhor!"

 

15. No concurso Miss Brasil, quais os atributos que podem fazer você se destacar das outras candidatas e contribuírem para chegar ao título?

 

Acho que a simplicidade e a naturalidade , a seriedade e o respeito com que trato aqueles que me cercam, são atributos que me favorecem. No aspecto físico, todas as candidatas são a marca da beleza brasileira, pois , como eu, reúnem características da miscigenação em todo o país. Loiras, morenas ou negras, todas são brasileiríssimas e traduzem bem nossa beleza. Por isso, acho que me destaco por aspectos de minha personalidade.

 

 

Fique à vontade para fazer algum comentário que não tenha sido objeto das questões acima. Muito obrigado pela sua atenção. Por favor, explicite suas medidas atuais.

 

Desde já agradeço a toda a equipe do Misses do Brasil, pela atenção,e a todos os freqüentadores do fórum, que ajudam, com suas críticas e sugestões, às misses e seus coordenadores. Aproveito para desejar sorte a todas as candidatas, e dizer que, mais que uma competição, o Miss Brasil deve ser um palco de integração de várias culturas, e que a escolha de uma boa representante, seja eu ou não, deve ser o principal objetivo deste evento. Torço, acima de tudo, pelo Brasil, para que ele tenha um ótimo desempenho no Miss Universo, Miss Mundo e no  Miss Beleza Internacional. E se for eu a agraciada com o título de Miss Brasil, farei o possível e o impossível para trazer novamente a coroa para o nosso país.

 

Agradecemos a Isabela Marinho a gentileza de conceder-nos esta entrevista. Desejamos-lhe muito sucesso no Miss Brasil 2004.
 
Equipe Misses do Brasil

Visitors: